Loading...
standard

Afinal Hearthstone precisa de nerf?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Saudações jogadores! Recentemente a Blizzard anunciou que haverá um balanceamento em algumas cartas após as Playoffs do HCT no final de maio. Mas será que esses nerfs são mesmo necesários?

O lançamento da última coleção (o Bosque das Bruxas) foi a menos de um mês da data que esse artigo está sendo escrito, e a Blizzard já anunciou que haverá mudanças em algumas cartas. Uma das maiores reclamações dos jogadores em relação aos famosos nerfs é que muitas das vezes eles demoravam muito para acontecer, mas dessa vez essas mudanças parecem um tanto quanto precipitadas, será?

O nerf é necessário?

A rotação do ano do corvo aconteceu no dia 12 de abril, no dia 7 de maio a Blizzard anuncia que irá realizar um balanceamento de cartas no fim de maio, e as cartas que o time de desenvolvedores considera problemáticas são: [Demonarca], [Bibliotecário Kobold],[Pacto Sombrio],[Lacaio Possuído], [Guldan, o Furtassangue], [Chamado às Armas],[Salvassol Tarim],[Cavernas nas Profundezas] e [Evocador Malevolente].

Como podemos ver as cartas que estão sendo cogitadas para receber nerf são dos decks: Bruxo Cubo/Controle, Paladino Par/Murloc, Spiteful Druida e Ladino Missão.  Como podemos observar com excessão do Paladino Par, todos outros decks estavam presentes no meta anterior do lançamento do bosque das bruxas, o que muitas vezes pode ser um fator frustante para os jogadores que esperavam ter um novo meta com a rotação.

Problema #1 – Falta de inovação

Diferente das outras coleções, o bosque das bruxas, não trouxe um arquétipo para se criar decks ao redor (como foi com as missões em Un Goro ou como os Cavaleiros da Morte em Guerreiros do Trono Gelado) ao não ser os decks com a temática Ímpar e Par.

Isso fez com que os decks que já eram fortes, continuassem fortes e os jogadores não terem uma percepção que o jogo tenha sido se atualizado.

Problema #2 – Falta de suporte

Outro erro que a Blizzard vem repetindo, coleção atrás de coleção, é criar cartas para um arquétipo e depois na coleção seguinte abandona-la. Isso aconteceu com a mecânica de descarte do bruxo, com a mecânica de congelar do Xamã…etc. Podemos encontrar um exemplo diferente para cada classe!

Com a falta de suporte para tipos específicos de decks, esses decks não se desenvolvem e não chegam a se tornar fortes. Isso faz com que existam menos tipos de decks sendo jogados, o que torna a rankeada e os torneios repetitivos pois você joga sempre contra os mesmo 4 ou 5 tipos de decks que estão rodando.

Problema #3 – Falta de testes necessários

Como um dos fatores principais de Hearthstone é o RNG, os testes de deck e novas mecânicas muitas vezes acabam não identificando potenciais cartas overpower que possam existir e as milhares de possibilidades de decks que podem surgir.

Então fica a pergunta será que houve um teste de um bruxo cubo antes das cartas serem lançadas? Ou os desenvolvedores não conseguiram imaginar essa possibilidade de deck, e testaram apenas um Bruxo Demônios e acharam que uma carta como [Lacaio Possuído] não faria tanto mal ao jogo?

Problema #4 – Falta de Tech Cards

A principal maneira de se combater um problema que você não deseja ter é criando algo que seja capaz de destruí-lo! Em o bosque das bruxas houve pouquíssimas Tech Cards, e isso contribuiu para que alguns decks tenham prevalecido sobre outros.

Criar Tech Cards é algo importante para o desenvolvimento do jogo, se a blizzard realmente tivesse testado e visto que o Bruxo Cubo estaria forte, ele poderiam criar cartas que inviabilizassem a estratégia do bruxo Cubo, como por exemplo criar uma carta que silencia um lacaio aleatória na mão do oponente, cancela o ganho de vida ou até mesmo o grito de guerra, qualquer carta com um desses efeitos já deixaria o bruxo cubo mais fraco sem precisar nerfar qualquer carta.

Análise dos possíveis nerfs

[Bibliotecário Kobold]: Sinceramente não há nenhum motivo para que essa carta esteja em uma possível lista de nerf, pois ela é extremamente justa.

[Demonarca]: Essa é uma carta clássica que já esteve presente em muitos decks, principalmente decks agressivos. O maior problema do [Demonarca] é quando ele é colocado em jogo sem nenhum tipo de desvantagem (como quando a sua mão estiver vazia ou quando ele é puxado do deck de alguma forma).

Uma das formas de evitar que ele seja tão forte é alterando a sua Investida por Rapidez, isso diminuiria o poder de acabar com o jogo sem que o oponente possa fazer algo.

[Pacto Sombrio]: Essa é uma carta totalmente fora de contexto de identidade de classe, a principal fraqueza e também ponto forte do bruxo é o seu poder heróico, você ganha vantagem de cartas em troca da sua vida. E ter cartas de bruxo capazes de recuperar a vida perdida de 4 poderes heróicos por apenas 1 mana é muito forte, isso somado ao fato de que você não terá desvantagem nenhuma ao utilizar essa carta em um [Cubo Carnívoro], [Lacaio Possuído] ou [Boneca Vodu].

Uma forma de diminuir a força dessa carta seria alterar o seu custo para 2 e recuperar 4 pontos de vida.

[Guldan, o Furtassangue]: Essa é uma carta extremamente forte, e talvez a mais forte entre os Cavaleiros da Morte. Além de possuir um poder heróico forte a capacidade de você conseguir manipular quais os demônios que irão ressuscitar torna essa carta muito perigosa.

Para reduzir o impacto de  [Guldan, o Furtassangue] quando jogado, deveria-se alterar o texto da carta para evocar 7 demônios aleatórios, ainda seria uma carta forte mas com menos chances de matar o oponente para um exército de [Demonarca].

[Chamado às Armas]: Essa é uma carta controvérsia, pois o seu efeito é “compre 3 lacaios de custo 2 ou menos, reduza o custo deles para 0”, isso por apenas 4 manas. Se formos comparar com [Intelecto Arcano] é uma carta extremamente absurda!

Mas o real motivo do  [Chamado às Armas] estar tão forte atualmente é que não existem lacaios ou remoções de custo 4 ou 5 fortes atualmente, isso dificulta poder combater um  [Chamado às Armas], principalmente quando ele é utilizado no turno 3 junto da moeda.

O erro nesse caso não é a carta em si, que não precisaria de um nerf, e sim da equipe de design que não viu esse problema durante os testes e não criaram uma forma efetiva de combater o  [Chamado às Armas].

[Salvassol Tarim]: Essa foi uma das melhores cartas já lançadas em Hearthstone, tanto é que ficou na final com o [Dr. Cabum] para decidir qual era a melhor carta já feita. [Salvassol Tarim] é uma carta extremamente versátil que pode ser utilizada tanto defensivamente quando ofensivamente, não merece nerf!

[Cavernas nas Profundezas]: Essa carta já recebeu um nerf em sua primeira versão e agora está mais justa, e atualmente é um mal necessário para evitar um problema maior, pois o deck ganha de controles e perde para aggros, isso mantém o equilíbrio da rankeada para que não vire um meta bruxo x paladino.

Se acontecer algum nerf para [Cavernas nas Profundezas], o poder e resistência dos lacaios poderia ser alterado para 4 para dar mais chances dos decks conseguirem reagir.

[Evocador Malevolente]: Esse é um claro exemplo de que a equipe de testes e desenvolvimento da Blizzard não estão olhando para os decks que já existem ao criarem uma nova coleção. O maior problema do [Evocador Malevolente] após a rotação, foi que muitas cartas de custo alto que tinham status ruins ou medianos sairam do meta, e agora é muito fácil pegar um lacaio 12/12 no turno 6 ou 5 com a moeda, e isso praticamente decreta a derrota do oponente principalmente se esse lacaio for o [Tyrantus].

Para resolver esse problema o custo do [Evocador Malevolente] poderia ser alterado para 8, e a equipe de design de cards de Hearthstone olhar com mais atenção para certas cartas e fazer um “nerf involuntário” criando lacaios com status ruins ou medianos para lacaios de custo 8 e 10.

Essa foi a nossa analise sobre os possíveis Nerfs que estão para vir no final de maio! Se você gostou do nosso artigo não se esqueça de compartilhar com os seus amigos em suas redes sociais para que eles também possam ter acesso ao nosso conteúdo!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×